Fique por dentro no Blog Revalide

Revalidação de Diplomas Médicos- inscrições 2019: Prestação de Serviços administrativos e ou Advocatícios

Prezado (a) Revalidando (a) Doutor (a),
Agradecemos por nos acompanhar e fazer parte do REVALIDE.
O Revalide (http://www.revalide.com.br), REFERÊNCIA EM REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS MÉDICOS NO BRASIL, que tem como Assessora Jurídica a renomada Dra Mirtys Fabiany Azevedo Pereira, atua na ÁREA DE REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS MÉDICOS, há mais de quinze anos, com vasta experiência e MILHARES DE DIPLOMAS JÁ REVALIDADOS ATRAVÉS DOS NOSSOS SERVIÇOS, sejam administrativamente, por complementação de estudos autorizados pelas universidades públicas brasileiras (Pareceres Conclusivos) ou ações judiciais e acompanhamento.
Em 2013, quando foi implantado o Programa Mais Médicos, de forma PIONEIRA, abrimos os caminhos e fomos responsáveis pela inclusão de MILHARES DE MÉDICOS, graduados na Bolívia, Paraguai, Peru, etc, no Programa através de ações judiciais, por nós propostas e conduzidas pela Dra Mirtys F A Pereira. Tal fato foi noticiado em diversas matérias publicadas nos principais veículos de comunicação do país:
https://saude.estadao.com.br/noticias/geral,formados-na-bolivia-paraguai-e-venezuela-conseguem-na-justica-participar-do-mais-medicos,1070572
https://www.otempo.com.br/capa/pol%C3%ADtica/justi%C3%A7a-beneficia-profissionais-estrangeiros-exclu%C3%ADdos-do-mais-m%C3%A9dicos-1.706798
http://g1.globo.com/educacao/noticia/2013/07/saiba-como-ter-diploma-de-medicina-de-fora-reconhecido-sem-o-revalida.html
https://veja.abril.com.br/saude/justica-beneficia-estrangeiros-excluidos-de-programa/
Quem necessita revalidar um diploma médico no Brasil, sente na pele o desrespeito ao cumprimento das legislações, o descaso, o preconceito e a reserva de mercado. O Revalida, há mais de um ano não abre novas inscrições e ainda sequer concluiu o processo dos médicos aprovados na primeira etapa. E mesmo se este procedimento acontecer duas vezes por ano, se preparem para o nível das avaliações a partir de agora, pois já era difícil e poderá ficar mais ainda com provas para especialistas em CINCO GRANDES ÁREAS. Sim porque eles esperam isso de quem se gradua no exterior não importando em qual país. Nosso desejo é que as provas não sejam “mamão com açúcar”, mas que sejam provas possíveis.
As Universidades Federais, com exceção da UFMT, não abrem editais PERIODICAMENTE para revalidação de diplomas médicos e se abrem a exemplo da UFMS, disponibilizam apenas dez vagas e recentemente a UFMG disponibilizou apenas CINCO, -que provavelmente serão disponibilizadas aos nossos clientes que já ingressaram com as ações em face da UFMG requerendo suas inscrições, vez que já foi determinado pelo juiz e já existe inclusive um descumprimento de ordem judicial em andamento.  Eis o despacho judicial: “Intime-se, com urgência, a UFMG para se manifestar sobre as alegações constantes do ID 23731509, no prazo de 72 (setenta e duas) horas,  informando se a decisão que deferiu a antecipação da tutela (ID 7571463) está sendo devidamente cumprida, devendo, inclusive, tal fato ser comprovado nos autos, sob pena de arbitramento de multa diária em caso de descumprimento. BELO HORIZONTE, 7 de dezembro de 2018. JUÍZA FEDERAL SUBSTITUTA DA 22ª VARA.”
Após o retorno do recesso forense estaremos tomando todas as medidas necessárias em face da UFMG.
A inoperante plataforma Carolina Bori, que veio para “facilitar e simplificar” os processos de revalidação de diplomas, apesar de contar com dezenas de universidades inscritas para realizarem o procedimento, é silente e conivente com a não oferta dos serviços públicos que diga-se de passagem são obrigatórios. HÁ CLARA OMISSAO ADMINISTRATIVA- SUSPENSÃO DO PROCEDIMENTO.
A Resolução publicada há mais de dois anos que “obriga” a prestação destes serviços pelas universidades publicas federais, não é cumprida e vem com uma série de barbáries: Os candidatos, por sua vez, em função da NOVA LEGISLAÇÃO não podem se inscrever em mais de um procedimento, em universidades diferentes. AS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS VISANDO DIMINUIR OS SEUS TRABALHOS OPTARAM POR UM TERMO DE EXCLUSIVIDADE. Os médicos estão sendo obrigados pelas universidades revalidantes a assinarem uma “DECLARAÇÃO DE AUTENTICIDADE E DE ACEITAÇÃO DE CONDIÇÕES E COMPROMISSOS”, onde para fazerem as suas inscrições devem declarar que estão cientes e concordam com os procedimentos e normas estabelecidos pela Resolução CNE/CES nº 3, de 22 de junho de 2016, pela Portaria Normativa MEC nº 22, de 13 de dezembro de 2017 e ainda que não apresentarão requerimentos de revalidação iguais e simultâneos em outra instituição revalidadora.
Isso sem falar que pela LEI o candidato somente terá duas CHANCES PARA REVALIDAR O SEU DIPLOMA, senão esquece. Isso é o que está na lei, mas obviamente discordamos.
Já o Mais Médicos está sendo uma novela a parte. Desrespeito ao cronograma, população sem atendimento, descaso. Esperamos e isso é só o que temos feito, que as autoridades tomem medidas necessárias para cumprir os direitos dos cidadãos, à Saúde, ao trabalho, à dignidade…
Não esperem “facilidades” elas nunca existiram. FUJA DAQUELE QUE TE PROMETE O QUE NÃO IRÁ CUMPRIR, O QUE DIZ AQUILO QUE VOCE QUER ESCUTAR. “Muito barulho é sinal de pouca chuva”.
Todos os médicos que revalidaram os seus diplomas, são pessoas guerreiras, determinadas, dedicadas, que destinaram milhares de horas de estudos, mesmo após concluírem as suas graduações, que correram atrás, que foram persistentes. DESISTIR JAMAIS! E que contaram obviamente com auxílio de pessoas com experiência em revalidação de diplomas e anos dedicados a esta causa.
Para contratar a nossa assessoria para revalidação de diplomas, complementação de estudos, novas inscrições 2019, entre em contato conosco através do email .(O JavaScript deve estar ativado para ver este endereço de e-mail) com o assunto (ASSESSORIA 2019) e pelo telefone (31) 3567-0041, que lhe remeteremos os custos para este procedimento.
Por fim, informamos que retornaremos as nossas atividades normais no dia 07/01/2018, segunda feira. Tenham um excelente ano novo!
Fonte: Revalide